Geral

Natal sediará o XXI Encontro Luso-brasileiro de Turismo Sênior de 21 a 24 de agosto.

Natal sediará, pela segunda vez, o XXI Encontro Luso-brasileiro de Turismo Sênior, 21 a 24 de agosto no E-Suites Villa do Mar Hotel.  O evento é uma realização da Associação Brasileira dos Clubes da Melhor Idade do Rio Grande do Norte (ABCMI-RN) em parceria com a ABCMI-NACIONAL.

O tema “60+ Desafios e Possibilidades” norteará as palestras e uma programação cultural deverá animar às delegações de vários estados do Brasil e representantes da Fundação INATEL de Portugal. O evento é realizado anualmente, com uma singularidade: em anos “ímpares” no Brasil e, em anos “pares”, em Portugal.

Este ano, por decisão do Conselho da ABCMI Nacional, pela segunda vez, foi escolhida a seccional do Rio Grande do Norte  para realizar o encontro. Os associados dos estados do Ceará, Espírito Santo, Paraíba, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Alagoas, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraná já estão chegando à capital do estado para participarem do grande encontro. Para essa turma, a música, dança, as prosas com os amigos, a viagem, tudo é motivo de alegria para viver intensamente.

 

A presidente nacional da ABCMI, Ana Maria de Farias será reconduzida para mais um período de gestão de 2019 a 2022, pelo regulamento o presidente de uma das seccionais, acumula a presidência nacional das associações.

A programação conta com diversas atividades, entre elas, o concurso para a eleição da Rainha e do Mister Luso-brasileiro 2019 a 2021; o tradicional baile de gala; um carnaval fora de época, além de palestras e uma missa em ação de graças aos 30 anos da ABCMI-RN.

 

 

 

 

 

Saiba mais sobre as associações ABCMI-NACIONAL e ABCMI-RN

 A Associação Brasileira dos Clubes da Melhor Idade –  ABCMI NACIONAL, e ABCMI-Rio Grande do Norte são entidades sem fins econômicos, criadas com incentivo da EMBRATUR para o desenvolvimento do Turismo Sênior no Brasil, em parceria com a Fundação INATEL de Portugal, parceiro da ABCMI no desenvolvimento de experiências de Turismo Social e Sênior no âmbito internacional.

A ABCMI-RN foi fundada em 1989, e, esse ano comemora 30 anos de existência, alinhada com a ABCMI- Nacional, visa estimular as pessoas com idade acima de 50 anos a se organizarem em grupos e participar de programas de lazer e viagens, por meio dessas ONG’S, que estão espalhados pelo país, estando presente em 17 estados da federação.

Segundo a presidente Ana Maria de Farias, o principal propósito da Associação  é dar ao idoso a oportunidade de participar da vida social, tirando-o do isolamento.  Nesses encontros, se promove um despertar para um viver saudável, um autocuidado e até prevenção de doenças, através das palestras, do lazer, das reuniões para dançar, trocar ideias e também participarem das viagens, grandes aliados terapêuticos.

Quer participar? Ainda tem senhas para o evento. Você pode adquirir a senha para um dia ou para a programação completa. Entre em contato com a secretaria pelo telefone: (84)3212-1873.

Confira abaixo a programação completa.

DIA 21/08/2019 (QUARTA-FEIRA) 

14 às 18h – Credenciamento. Foyer do auditório Vila Hall 

19h30– Abertura – Auditório Vila Hall

Composição da Mesa ✓ Desfile das Delegações ✓ Fala das Autoridades

Apresentação Cultural: Nosso Bodó ✓ Jantar Dançante – Animação de Francinaldo Show 

DIA 22/08/2019 (QUINTA-FEIRA)

09h – Reunião da Assembleia do Conselho Nacional da ABCMI para a Diretoria e Conselho Fiscal

Local: Auditório Canjerê

14h – Abertura da Feirinha de Artesanato. Local: Foyer do auditório Vila Hall.

14h30min – Palestra Instituto INATEL -Portugal. Local: Auditório Vila Hall.

15h – Lançamento do Livro de Poesias da ABCMI: A Vida é Uma Viagem. Local: foyer do auditório Vila Hall. 

15h30 – Como se sentir bem, mesmo diante das adversidades: Estratégias para uma vida mais feliz.

Palestrante: Marcelle Braga – Especialista em Comunicação Assertiva. 

16h15 – Novos Tempos, Novos Desafios: Como Envelhecer num Mundo Novo.

Palestrante: Dra. Juliana Vieira de Almeida. Local: Auditório Vila Hall 

18h – Concentração para a Micareta: Carnaval Fora de Época da ABCMI

Local: Próximo à guarita de entrada do Hotel Vila do Mar. 

18h30 – Início da Micareta da ABCMI, puxada pelo mini trio elétrico. Show do Sambista Debinha e Escolas de Samba de Natal. Final do percurso na entrada do Auditório Vila Hall. 

DIA: 23/08/2019 (SEXTA-FEIRA)

14h – Feirinha de Artesanato. Local: Foyer do auditório Vila Hall 

15h – Início das Apresentações Culturais dos Estados. Local: Auditório Vila Hall. 

19h – Concurso para escolha das Rainhas e Misters do Luso-Brasileiro 2019 a 2021. Local: Auditório Vila Hall 

21h – Jantar – Local: Auditório Vila Hall 

21h30min – Baile de Gala com a Orquestra Los Manos.T raje: Esporte Fino

Local: Auditório Vila Hall

DIA 24/08/2019 (SÁBADO) 9h Missa em Ação de Graças em Comemoração aos 30 anos da ABCMI-RN Local: Auditório Vila Hall 

10h30 – Momento das Homenagens. Local: Auditório Vila Hall.

11h – Encerramento do XXI Encontro Luso-Brasileiro de Turismo Sênior – Apresentação do Coral da AFABB. (Local: Auditório Vila Hall)

Tags:, , , ,

Anatomia e os desafios do século XXI é o tema central do encontro promovido pelo UNIRN a partir de amanhã.

Especialistas trazem conhecimentos da Anatomia para estudantes e profissionais

A 13ª edição do Encontro de Anatomia do Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN) acontece nos dias 15 e 16 de agosto. O tema será “Anatomia e os desafios do século XXI”. O Encontro é destinado aos alunos do UNI-RN e ao público externo, com as inscrições por meio do site do evento.

Professor André Davim.

O evento conta com a participação de diversos profissionais das áreas das ciências morfológicas, pesquisadores de renome nacional e internacional com o intuito de compartilhar suas pesquisas e experiências.

Confira alguns dos palestrantes

O professor doutor Richard Halti Cabral, docente de Anatomia da Universidade de São Paulo (USP), será o primeiro palestrante abordando o tema: “Anatomia: uma ciência translacional” – Importância do conhecimento anatômico para a prática profissional na área da saúde, no dia 15 de agosto, às 19h.

A professora doutora Carmen Elizabeth Rexach, docente de Anatomia e Microbiologia do Mt. San Antonio College – EUA, conduzirá a palestra sobre o tema: “Anatomia e arte do transplante”.

O professor doutor Leônidas de Oliveira Neto, Mestre em Educação Física e Doutor em Saúde Coletiva, ministrará a palestra “Anatomia da Fáscia e Plasticidade Neuromuscular”.

Sobre o evento

Organizado pelo professor doutor André Davim, o Encontro de Anatomia tem como objetivo qualificar os alunos e profissionais com vistas ao conhecimento da Anatomia Humana, estimulando e capacitando-os à atuação profissional. Além disso, o evento busca despertar o interesse pela docência e pesquisa para formar recursos humanos de qualidade na área.

 

Tags:, , ,

Revista SCIENCE publica artigo de pesquisadores do Centro de Biociências (CB) da UFRN sobre a liberação e uso de agrotóxicos no Brasil e seus efeitos nocivos ao meio ambiente.

A revista SCIENCE, edição de quinta-feira, 8 de agosto, publica artigo de pesquisadores do Centro de Biociências (CB), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), sobre questões ambientais relacionadas ao uso de substâncias agrotóxicas. O artigo Brazil unwisely gives pesticides o free pass reporta como o aumento no uso de pesticidas pode comprometer o meio ambiente e como aumentou a comercialização desses produtos  no país nos últimos dois anos.

Dados da pesquisa apontam que somente nos últimos 6 meses foi liberado o uso de mais de 200 pesticidas, os quais são proibidos na maior parte do mundo. E que em 2018, foram liberados mais de 450, considerado um recorde. A liberação para a venda de substâncias consideradas impróprias  foram autorizadas pelo governo no âmbito federal.

Assinam o artigo os pesquisadores Felipe Coelho, Lara Lopes e Antoine Leduc, do Programa de Pós-Graduação em Ecologia, e Raquel Marinho Cavalcante e Gabriela Corrêa, do Programa de Pós-Graduação em Biologia Estrutural e Funcional do CB. Acesse a publicação aquihttps://science.sciencemag.org/content/365/6453/552.2

 

Tags:, , , ,

‘Por uma mulher viva e saudável’ é o tema da 32ª Jornada de Ginecologia e Obstetrícia do RN, de 8 a 10/08, inscrições abertas.

 

Profissionais da área de saúde poderão ampliar seus conhecimentos na 32° Jornada de Ginecologia e Obstetrícia do Rio Grande do Norte, que ocorrerá de 8 a 10 de agosto, no hotel Golden Tulip, em Ponta Negra. O evento é aberto a médicos ginecologistas e obstetras, estudantes de medicina, residentes, além dos demais profissionais da atenção primária, como do Programa Saúde da Família (PSF).

Com o tema “Por uma mulher viva e saudável”, as conferências contarão com a participação de Anna Cunha, oficial do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA); César Eduardo Fernandes, presidente da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo); Marcos Felipe de Sá, diretor científico da Febrasgo, entre outros especialistas. O evento é promovido pela Associação de Ginecologia e Obstetrícia do RN (Sogorn).

Os palestrantes abordarão temáticas sobre as principais doenças que acometem as mulheres e seus possíveis tratamentos, como o câncer de mama em jovens. Assuntos no contexto de qualidade de vida social da mulher, como “Violência contra a mulher”, “Prevenção do suicídio feminino” e “A mulher e o direito de dormir” serão debatidos. A estética genital, prevenção e tratamento da hemorragia pós-parto, prematuridade e pós-maturidade, contracepção na transição menopausal, o uso reposição hormonal na menopausa, também são abordagens das conferências.

Elvira Mafaldo, presidente da Sogorn
Foto: Ozeas Queiroz

A presidente da Sogorn (Sociedade de Ginecologia do RN), Elvira Mavaldo, salienta que a evolução da medicina, novos medicamentos e equipamentos, o emprego de novas técnicas e a mudança do perfil epidemiológico da população, exigem do médico uma permanente busca por atualização e estudo.  “Ao mesmo tempo, ter que lidar com problemas antigos como índices ainda altos de mortalidade materna,  por causas evitáveis, e a violência contra a mulher com dados crescentes no Brasil, levam o  ginecologista e obstetra ser ainda mais um clínico geral da mulher. É papel desse profissional tentar debater meios de atuação que possam ser revertidos em melhoria da qualidade de vida da mulher”, pontua Elvira.

Mais informações e inscrições através da Sogorn pelos telefones (84) 3221-5523 / 99637-7766, ou pelo e-mail sogorn@sogorn.com.br.

Temas do evento:

  • Esporte e reprodução feminina
  • Direitos e Saúde reprodutiva- Avançamos?
  • Androgenioterapia na mulher
  • Estética Genital sem esquecer a ética
  • Prevenção do suicídio feminino
  • Hipertensão na gravidez
  • Prematuridade e Pós-maturidade
  • Câncer de mama na mulher jovem
  • A importância do sono na saúde da mulher
  • Manejo do uso de contraceptivos hormonais
  • Osteoporose – da prevenção ao tratamento
  • Terapia hormonal no climatério

UFRN promove projeto ‘Mais saudável sem cigarro’ para funcionários e docentes.

Cada vez mais em queda no Brasil, o número de pessoas que mantêm o hábito de fumar atingiu a marca de 9,3% da população do país em 2018, segundo dados do Ministério da Saúde. Para contribuir nessas estatísticas, a Diretoria de Atenção à Saúde do Servidor (DAS) da UFRN oferece o projeto antitabagismo Mais Saudável Sem Cigarro.
As inscrições vão de 12 a 18 de agosto e devem ser feitas no Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), no menu capacitação.

Nascido de uma campanha da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (Progesp), o projeto tem por objetivo diminuir a prevalência de fumantes no âmbito da UFRN. Para tanto, os participantes recebem orientações de uma equipe multidisciplinar, com profissionais das áreas de medicina, psicologia, odontologia, enfermagem e nutrição.

Podem participar das atividades servidores técnico-administrativos e docentes da ativa ou aposentados. Com encontros semanais, das 13h30 às 15h, o grupo será formado por até 15 pessoas, sendo prioritárias aquelas que precisem de orientação e ajuda profissional para deixar o vício do tabagismo.

O primeiro encontro está marcado para o dia 22 de agosto, quando acontece uma avaliação de saúde dos participantes, feita na DAS. A partir daí o grupo se reúne todas as quintas-feiras até 31 de outubro.

Tags:, , , ,

Natal ganha mais uma opção em congelados. A culinarista Bal Oliveira aposta nas iguarias do mar.

A opção pelos congelados já toma conta das famílias brasileiras que buscam não só economia, mas também, qualidade e praticidade. A diversidade dos produtos oferecidos  agradam paladares e bolsos de muita gente.  O cotidiano bem corrido aliado aos custos dos ingredientes quando são colocados, literalmente no bolso, dão aos alimentos congelados vendidos em conveniências ou em supermercados, ou ainda em  delivery, um resultado bem animador, principalmente quando a família é pequena.

Em Natal, já podemos encontrar muitas opções para agradar desde pessoas com restrição alimentar até comidinhas prontas para bebê, comidas veganas, dietas low carb ou mesmo  as tradicionais marmitas com tempero caseiro.

Mas, o que faltava, chegou!  Babalu Cozinha da gastróloga Nosivalda Oliveira. No mercado há algum tempo preparando buffets para amigos próximos, resolveu fazer um cardápio no qual os  frutos do mar e peixes estarão à mesa no dia a dia, com valores bem acessíveis e feitos à base de produtos orgânicos. Bal, como é conhecida, estreia no mercado delivery para atender um mercado que adora pratos típicos do litoral nordestino. Será possível, por exemplo, comer um bobó de camarão ou uma moqueca a qualquer hora, basta descongelar e esquentar.

O Vatapá faz a festa.

Pimenta, manjericão, leite de coco natural, macaxeira, coentro, salsinha, cebolinha, tomate cereja e outros temperos são trazidos do sitio da família em Parnamirim e dão um sabor espetacular, além de não ter agrotóxico, afirma a cozinheira que já providenciou, no espaço que montou sua estrutura física, no bairro do Tirol, uma horta mais perto para não faltar os insumos orgânicos usados na elaboração dos pratos.

Penne ao molho pesto e camarão.

Pestos de camarão, polvo, lagosta; bobó de camarão; sinfonia do mar ao molho de tomate (vongole); moqueca de peixe; camarão tailandês; ensopados de siri, lagosta ou bacalhau; caçarola de frutos do mar e o vatapá baiano que leva em seu preparo castanha, amendoim, leite de coco natural e camarão seco. são alguns dos produtos que estão à venda por  preços acessíveis e entregues por encomenda. O cardápio ainda contempla filé ao molho gorgonzola como uma opção para os que têm alguma restrição a crustáceos, e, em breve, estará acrescentando também saladas.

Pós-graduada em gastronomia pela UERN/Senac/ Barreira Roxa, Bal prefere se intitular de cozinheira, e diz que chef é quando tem no currículo especialidades em gastronomia internacional.

Inspirada pela mãe, d. Nosinha, da qual não tem dúvida que a melhor galinha caipira é feita por ela, Bal conta que sempre foi curiosa e ajudou muito na cozinha da casa. “Mamãe e papai gostavam muito de receber a família, a começar da casa mesmo, que somava 7 filhos, e o nosso sítio, sempre tinha muitas iguarias típicas. Muita gente se juntava para além de fazer, apreciar uma boa comida, mesa bem posta, além de uma boa prosa”.

Bal é formada em Direito e Administração, já trabalhou em gabinetes e gerenciou loja, mas a paixão, reconhecidamente, é mesmo pela cozinha.  “Já fiz muitos banquetes estimulada pela família que adora minha comida e também por amigos que não me poupam de elogios,  agora, resolvi de fato montar meu negócio es estou muito feliz.  E continua “Optei por uma cozinha simples, com ervas naturais e tudo bem selecionado”.

E para quem tiver com água na boca e quiser desfrutar desses prazeres, ligue e encomende.

Bal, contato 84 9 91022029

Bal Oliveira, especialista em Frutos do Mar.

 

 

  • bal camarao tinger
  • ingredientes do vatapá
  • bal penne e camarao
  • bobo
  • caçarola de frutos do mar
  • ingredientes crus
  • lagosta
  • mangericao
  • moqueca
  • pesto
  • vongole com penne e camrao
  • babalu

Tags:, ,

O clássico da Disney, Rei Leão, será o filme a ser exibido pelo projeto Cinematerna do Cinépolis @Natal_Shopping para mamães e bebês, 4 feira.

O grande clássico da Disney chega às telas do projeto CineMaterna neste mês de julho. O live-action Rei Leão, estreado originalmente em 1994, é o filme escolhido para a sessão exclusiva para mães e bebês de até 18 meses. A exibição acontece na sala vip do Cinépolis Natal Shopping nesta terça-feira (30), a partir das 14h, com meia entrada para todas as mamães e cortesia para as primeiras cinco que chegarem ao local.

O longa da vez traz uma história já conhecida pelo grande público em uma versão repaginada e repleta de efeitos especiais. Na trama, o jovem leão Simba é o futuro rei da Pedra do Reino, sucessor natural de seu pai Mufasa. Entretanto, Scar, o irmão de Mufasa e ex-herdeiro do trono, tem seus próprios planos para conquistar o reinado.

Este conflito, repleto de traição e drama, acaba levando Simba a deixar o reino rumo a um local distante, onde encontra novos amigos. Com essa amizade que surge, o pequeno leão cresce, se desenvolve e amadurece para que possa voltar à Pedra do Reino e recuperar o lugar que é seu por direito.

A aventura emocionante será exibida para as mães com toda a estrutura necessária para que elas curtam o momento. A sala dispõe de trocadores, som reduzido, ar condicionado suave, luzes levemente acesas, estacionamento de carrinhos de bebê e equipe de apoio. A oportunidade é ideal para garantir o entretenimento, ao mesmo tempo que estimula a socialização entre as mães que estão passando pela mesma fase da vida com seus pequenos, por meio do lazer e da troca de experiências.

O CineMaterna, presente em 53 cidades brasileiras, acontece em Natal sempre na última terça-feira de cada mês, às 14h, na Cinépolis do Natal Shopping. O empreendimento é patrocinador local do evento. O valor do ingresso é o mesmo cobrado para as salas convencionais, com meia entrada para todos.

SERVIÇO

Sessão CineMaterna “Rei Leão”

Local: Cinépolis Natal Shopping (Av. Senador Salgado Filho, 2234)

Horário: Terça-feira, 30/07, às 14h

Tags:, , ,

Clínica Lar lança aplicativo para agilizar atendimento à saúde. Com apenas um clik, serviços profissionais estarão disponíveis para conforto e agilidade dos clientes.

Praticidade. É com esse objetivo que a Clínica Lar apresenta o Aplicativo que dará um novo atendimento aos clientes beneficiários dos serviços da Clínica.  O lançamento será às 19h, no Sebrae Lab, dia 25, quinta-feira.

A tecnologia faz um bem danado e na área da Sáude não é diferente, pacientes que têm dificuldades de locomoção – seja pela enfermidade ou pela idade, necessitam de serviços de pronto atendimento. Em todo o país, segundo a psicóloga Silvana Vieira, CEO do Grupo Lar, a busca tem sido cada vez maior pela assistência online, seja pelos aplicativos ou através dos sites.

A Clínica Lar aposta na tendência e montou as alternativas virtuais como parceiras para a excelência e presteza de seus serviços. Por meio do site ou pelo aplicativo no celular, os interessados, sejam pacientes ou responsáveis por eles, se cadastram através de um formulário e escolhem o serviço, a especialidade, a data e o horário para o atendimento. Em seguida, efetuam o pagamento e aguardam a confirmação. Tudo no conforto do seu lar, feito por um computador ou telefone, de forma rápida e prática.

“A ideia da plataforma é trazer um novo conceito para a assistência de quem precisa de cuidados de saúde. O atendimento multidisciplinar vai além dos cuidados médicos e de profissionais da saúde, estamos conectando uma rede de atenção especializada para esse segmento. Queremos oferecer agilidade, precisou, chamou, resolveu”, explica Silvana Vieira CEO do Grupo Lar.

A tecnologia é o grande diferencial do nosso formato de serviço. “Oferecemos atendimento completo. Além do cuidado especializado com a saúde, temos advogados, personal organizer, personal trainer, ótica e diversas empresas que oferecem seus serviços e também com descontos exclusivos. A plataforma se propõe a personalizar o atendimento e satisfazer o cliente.

O formato mais moderno, rápido e usual tem apresentado bons resultados para os profissionais que aderiram ao sistema. A nutricionista Mayra Mendes, está satisfeita e enfatiza o uso para os dois lados: “O site e o aplicativo são ferramentas rápidas e simples que permitem o acesso a uma ampla rede de profissionais”.

“A economia na escolha do profissional também é apontado como algo positivo. Os custos hospitalares são altos para os pacientes, o nosso formato de atendimento torna-se muito mais viável financeiramente, pois vai de acordo com a necessidade real do paciente.  Oferecemos o atendimento Homecare aliado ao mundo digital, esse é o grande ganho da real plataforma de fato,”,  enfatiza Cássio Leandro, CEO da Incubatech.

Tags:, , ,

Estácio abre inscrições para a quarta edição do Projeto de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos

A Estácio está com as inscrições abertas até o dia 05 de agosto para o Projeto de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos. A iniciativa — que integra o Programa de Responsabilidade Social da companhia apresenta novidade em sua 4ª edição — será oferecida nacionalmente em sete unidades, uma delas é a Estácio Zona Norte, onde será promovido o projeto pela primeira vez. As outras unidades contempladas são: Ilha do Governador (Zona Norte), Alcântara (Região Metropolitana), Queimados (Baixada Fluminense) e Via Brasil (em Irajá, Zona Norte do Rio), além dos campi Carapicuíba (em São Paulo) e Brasília (em Taguatinga).

A instituição de ensino está alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de número 4 da Organização das Nações Unidas (ONU), que busca garantir que todos os jovens e uma substancial proporção dos adultos – homens e mulheres – estejam alfabetizados e tenham adquirido o conhecimento básico de Matemática até 2030. O ODS 4 visa assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, além de promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida. Os responsáveis pelo projeto sabem que a luta ainda é bastante grande pois, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados em junho 2019, o Brasil ainda tem 11,3 milhões de analfabetos entre a população de 15 anos ou mais.

Por um período de quatro meses, os adultos e jovens terão aulas com estudantes dos cursos superiores e de Licenciaturas da Estácio – como Pedagogia, Letras, História, Geografia e Matemática – com a participação do corpo docente da instituição. As aulas acontecerão no período noturno com duração de três horas por dia, duas vezes por semana, e serão totalmente gratuitas para os alfabetizandos. Os interessados poderão se inscrever até o dia 5 de agosto, diretamente nas salas de matrícula das unidades que oferecem o curso e as aulas terão início na semana de 12 de agosto. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.estacio.br/alfabetizacao ou por meio do telefone gratuito 0800 880 6774.

As turmas terão em média até 24 estudantes e, ao final do curso, os alunos deverão ser capazes de ler e escrever pequenos textos, com compreensão, além de resolver problemas matemáticos simples, utilizar de forma crítica informações veiculadas nas diferentes mídias e comunicar-se por intermédio de mensagens de texto em aplicativo de dispositivo móvel. Com essas competências, o alfabetizado pode exercer plenamente a sua cidadania reconhecendo o seu valor e seu papel na sociedade, aumentando as suas chances de ingressar no mercado formal de trabalho e com possibilidades de dar continuidade aos estudos.

Desde sua criação, no primeiro semestre de 2018, o Projeto de Alfabetização e Letramento de Jovens e Adultos já contou com a participação de mais de 300 alunos alfabetizados. A iniciativa ganhou força e notoriedade no setor de educação e está se expandindo cada vez mais. Primeiro Rio de Janeiro, depois Carapicuíba (em São Paulo) e agora Rio Grande do Norte (Natal) e Brasília (em Taguatinga). “Nossa meta é levar esse projeto a todas as unidades da Estácio no Brasil. Estamos alinhados com os ODS 4 da ONU e queremos combater o analfabetismo e erradicá-lo no entorno de nossos campi. Os novos dados do IBGE nos mostram que a batalha ainda é bem grande”, afirma Cláudia Romano, vice-presidente de Relações Institucionais e Sustentabilidade do Grupo Estácio.

Segundo Cláudia, o projeto está alinhado à missão da Estácio de Educar para Transformar e reforça a diretriz de manter um relacionamento próximo e sustentável com a comunidade do entorno de suas unidades. Ainda de acordo com a vice-presidente, a iniciativa também representa uma oportunidade única para os alunos da instituição, pois vão aprender na prática ao atuarem como alfabetizadores, o que sustenta o compromisso com a empregabilidade destes egressos.

São utilizadas metodologias ativas de ensino-aprendizagem nas quais os alfabetizandos são protagonistas ativos e colaborativos no desenvolvimento de projetos, na resolução de problemas e realizando pesquisas. Eles contam com uma grande diversidade de materiais instrucionais, multimídia e tecnologias educacionais desenvolvidos pela Estácio de acordo com o método do Sistema de Alfabetização e Letramento, tais como bingo, quebra-cabeça, baralho, caça-palavras, vídeos, jogos e aplicativo.

Os alunos não são submetidos a provas e o desempenho deles é avaliado a partir do alcance das competências estabelecidas. O ensino é individualizado e os que não alcançam as competências são acompanhados para reforço e recuperação da aprendizagem.

O Sistema Estácio de Alfabetização e Letramento agrega a alfabetização e letramento em língua portuguesa e matemática com a alfabetização e letramento midiático e informacional, e a modalidade de ensino presencial com o Ensino a Distância.

O Método da Estácio

O Método Híbrido para alfabetização e letramento em Língua Portuguesa no Sistema Estácio conjuga as teorias e os paradigmas consagrados e os emergentes, assim como as tendências de métodos de alfabetização no país e no exterior. O Método Híbrido se constitui em um continuum que inicia com a oralidade, tem sequência com a leitura e a escrita até chegar à criação de frases e textos. Neste método a aprendizagem da leitura e da escrita se dá na perspectiva do letramento, inserida no contexto do alfabetizando, com o seu uso efetivo nas práticas sociais e partindo da compreensão do mundo que o cerca e de uma palavra geradora que seja do seu universo e tenha significado para ele.

O ensino-aprendizagem da leitura e da escrita com o Método Híbrido trabalha a consciência fonética, fonêmica e fonológica. A construção do conhecimento em língua portuguesa se dá de forma interdisciplinar com matemática e com tecnologia, mídia e informação, e de forma contextualizada com estudos da sociedade e da natureza onde são abordados temas relacionados à história, geografia, ciências, artes, cultura, cidadania, trabalho, tecnologia e outros.

 

Tags:, , , , ,

#Protesto Sentinelas de Cristo levantam acampamento da Ponte Newton Navarro nesta 6 feira, 5, e vão entregar a responsabilidade das vítimas de suicídio ao poder municipal.

Um protesto em frente ao Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura de Natal, será realizado às 16h dessa sexta-feira, 5, pelo grupo Sentinelas de Cristo da Assembleia de Deus de Natal, liderado pelo Pastor Rubens Medeiros. Eles vão encerrar as atividades após 76 dias de acampamento na Ponte Newton Navarro e, em seguida, irão entregar a ação protocolada pelo juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, junto ao Ministério Público que diz que a iluminação, a rodovia asfáltica e o gradil são de responsabilidade do poder municipal.

Barraca de apoio. Estrutura mínima para manter o movimento organizado.

Apesar do documento ser do conhecimento do poder público, novamente será endereçado ao prefeito Álvaro Dias para tomar a responsabilidade dos atos pela falta de ações preventivas.

 

São mais de 200 vidas salvas, desde o período da Semana Santa, quando o pastor Medeiros acampou sozinho e, aos poucos, os seguidores do seu ministério foram se juntar à causa que já tem um índice alarmante. A experiência como militar ajudou o pastor a limpar a área e organizou o movimento que ecoou através mídias sociais para alertar a população a cobrar providências ao poder público.

O pastor Rubens, natalense, 43 anos, afirmou ao blog do aviso que ele mesmo deu ao representantes municipais “Onze dias antes da nossa saída, já estou avisando para não pegar ninguém de surpresa”.   Preocupado com o que pode acontecer, uma vez que, segundo ele, já mostrou como se faz para evitar os suicídios depois da experiência vivenciada nesse período enquanto não se faz a grade de proteção.

E complementa “Se o poder público é omisso e não quer fazer nada, a população viu nossas ações e sabe o que pode ser feito, uma vez que a ponte foi construída sem esse cuidado”, e acrescenta “A solução, por enquanto, é manter uma equipe de segurança 24 horas até a chegada do gradil e das câmeras”. Mas, o problema deve ser encarado como saúde pública, o pós-trauma das vítimas merece tratamento médico e da rede de assistência social.

As famílias da grande maioria são contactadas após o socorro e, segundo uma das coordenadoras, Elisangela Leonez, 33 anos, consultora de vendas, residente em Parnamirim, que largou temporariamente sua vida particular para abraçar o projeto, elas se enchem de emoção e surpresa, mas algumas não querem mais voltar ao lar e pedem proteção, afirmou Elisangela.

Elisângela Leonez, Tudo pela fé em Deus e muito amor.

As vidas salvas pelos voluntários que se revezam dia e noite em prontidão com rádios de comunicação (vale lembrar que são emprestados) para qualquer ocorrência, são acolhidas no local com muito cuidado, com louvor e fé, além de muita conversa e até força física, como já teve um caso do suicida que puxou uma faca para impedir que o sentinela se aproximasse. Mas foi salvo graças a Deus, relata Elisangela.

E com muita emoção, ela conta  a saga do líder religioso, desde a chegada à ponte e também de todo o grupo.  E aproveita para agradecer nessa reta final do acampamento a todos que contribuíram, hoje, mais de 30 voluntários permanentes, além das pessoas e empresas que doaram equipamentos, mantimentos, roupas, sapatos, água e tudo que foi preciso para manter a estrutura improvisada. “Deus foi misericordioso e não nos deixou faltar nada, nem acontecer nada de mal com ninguém que veio com apenas com o coração para doar amor. Muitas noites sem dormir, o medo por vezes queria tomar conta, mas não temos o que reclamar, só agradecer a oportunidade de ajudar”, finaliza a comerciante.

São muitos relatos, histórias de vidas que se restauraram após a tentativa de colocar um ponto final ao viver, pessoas que voltaram por gratidão e até outras que ficaram no acampamento para ajudar.

“Ninguém foi qualificado para o atendimento, todos fazem com amor no coração e muita fé em Deus, continua Leonez. “O desespero, no começo era grande quando só tínhamos um sentinela, pois teve alguns casos que tivemos que chamar a polícia. Tiveram que amarrar a vítima para não se jogar. Graças a Deus tivemos um final feliz”.

Apenas uma vida perdida, entre mais de duzentas salvas. Ela conta o quanto é importante a presença humana para impedir o desfecho.  “No segundo dia de acampamento, quando só dois sentinelas estavam para cobrir a ponte toda, houve a perda de uma vida por não termos gente suficiente naquele momento. “Não deu tempo chegar junto e a frustração tomou conta, mas celebramos as centenas de outras salvas” conta Elisangela.

Davi, um dos mascotes das vigílias

Entre os voluntários, tem crianças, jovens, e também de alguns psicólogos que dão apoio gratuito às vítimas que, em sua maioria, são pessoas com problemas de relacionamento e que não enxergam alternativas para continuar a viver. O uso de drogas e depressão também estão na lista dos motivos.

Eveline é voluntária da cozinha e também sentinela.

Uma voluntária que chamou a atenção é Eveline Cavalcante, 33 anos, grávida, voluntária da cozinha. Mãe de duas filhas, de 15 e 17 anos.  Ela se submeteu por mais de 60 dias, a sair de casa para dar plantão de sentinela e também ajudar a fazer a alimentação das pessoas do acampamento. Um sorriso vibrante para quem tem amor ao próximo dado às 9h45, após mais de 24h de trabalho não é pra todo mundo. E conta que entre um cochilo e outro na barraca, ela preparou vários lanches, jantar e almoço da turma que não brinca em serviço. “É muito gratificante, graças a Deus não sinto nada da gravidez para impedir que eu venha ajudar, seja lá em cima como sentinela ou aqui na cozinha”.  Eveline também comentou que teve uma experiência muito marcante quando estava lá em cima da ponte no posto de sentinela. Conta que teve que se agarrar, usar da força física com um homem bastante jovem e forte que já estava com a perna passada sobre a mureta para se jogar. “Foi uma sensação muito boa e emocionante, consegui salvá-lo com a ajuda de outro sentinela que veio em meu auxílio”, relata Eveline.

 

Outro exemplo significante vem de Luciano Bruno, de 21 anos, morador do bairro de Pajuçara.   “Estava passando por um momento muito triste, pensamentos negativos que me deixavam deprimido, sem vontade de viver desde que minha mãe morreu há cinco anos. Conflitos com meu pai que casou novamente e minha madrasta não se dá comigo, fizeram eu sair da minha casa, no bairro de Mãe Luiza e, hoje, moro com minha irmã na Zona Norte. Ela é casada, e, sem emprego, fico muito desconfortável sem poder ajudar”.

Bruno Luciano, 21 anos, exemplo de uma nova vida no acampamento.

Contou que estava a caminho do Morro de Mãe Luiza, a pé, pela Ponte Newton Navarro, chorando, em companhia dessa tristeza que tomava conta do coração e a única coisa que restava era o projeto Filhos de Mãe de Luiza, de Ventura, do qual atua como voluntário, professor de surf. “Quando ainda estava na primeira torre da Ponte, ouvi uma voz conhecida… E aí barão de guerra, quanto tempo que não te vejo… onde andas? Nunca mais vi você no morro. Era Tocha, meu amigo das antigas que dava plantão na Ponte. Contei que estava morando em Pajuçara e que estava a caminho do Morro para dar aula. Ele falou um pouco do que fazia e eu continuei. Já na volta, ele ainda estava na Ponte,  me chamou e perguntou se estava trabalhando, estudando e me convidou para ser voluntário como sentinela. Fui no primeiro dia. No segundo fui e estou aqui até hoje, quase dois meses. Durmo e acordo aqui. Sou atleta e voltarei a treinar e já me sinto outra pessoa por todos que aqui passaram e precisaram da minha ajuda”. Bruno tem experiência em auxiliar de cozinha e barman, está otimista e com fé em Deus. A experiência no acampamento fez ele perceber que a vida tem alegria e frustrações,  já perdoou o pai e agora vai tocar a vida em busca de um emprego.

O grupo se manteve até o momento através de doações das pessoas e de entidades, comovidas e impactadas pelo crescente e assustador número de pessoas que perdem a vida em um momento de desespero, falta de fé e esperança.

Grupo de voluntários

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Ponte Newton Navarro está localizada na cidade de Natal, capital do estado brasileiro do Rio Grande do Norte foi construída em 2007. Ela liga os bairros da Zona Norte de Natal e os municípios do litoral norte do estado aos bairros da Zona Leste de Natal e do litoral sul, além de outras regiões da cidade passando pelo Rio Potengi.

 

 

 

  • doc 1 de 4 ponte
  • cozineira barraca
  • doc 1 de 4 ponte
  • doc 4 de 4 ponte
  • doc 2 de 4 ponte
  • fusca ponte

Tags:, , , , ,