Oficina dos Anjos completa três anos de atuação em Natal com uma média de 270 turbantes entregues mensalmente a pacientes em tratamento quimioterápico.

“Cada turbante que fabrico, oro pela cura de quem vai usar. Não tenho dúvida, quem recebe terá o mesmo resultado que eu”.  Esse é o depoimento de Geine Celli Suassuna Moura, 54 anos, participante da ‘Oficina dos Anjos’, grupo que completa nesta sexta-feira, 26, três anos de atuação em Natal na produção e distribuição de turbantes e bonés para pacientes oncológicos em tratamento quimioterápicos.

A Oficina é coordenada por Vanilde Alves Arcila e reúne atualmente cerca de 50 voluntárias. Começou com a adesão em família, sua filha Rafaela, a irmã,Teca, além da neta Mariana que alimenta o Instagram. Já aposentada, Vanilde assumiu a responsabilidade desde sua implantação e se dedica integralmente às atividades, desde a compra de material,à realização das oficinas para a  produção dos turbantes,  a agenda das entregas e a comunicação com todas as colaboradoras através do combustível caridade.

Teka, irmã,  Rafaela, a filha, e Tatiana a mentora da Oficina e Vanilde.

A ideia da oficina iniciou na Paraíba através de Tatiana Sousa, residente em João Pessoa. Ela veio implantar em Natal, ajudar a Vanilde a montar o grupo para desenvolver o trabalho. Hoje, a nuvem de anjos está em atividade em algumas cidades do Nordeste como  Salvador-BA (2016), Natal-RN (2016), Feira de Santana-BA (2016), Brasília-DF (2016), Recife -PE (2017), Pau dos Ferros-RN (2017), Fernandópolis-SP (2017) e Fortaleza (2018).

Imagem da primeira oficina realizada em Natal com representantes de João Pessoa (tiaras azuis)

O grupo conta com anjos que doam tempo e amor para a confecção, captação dos adereços e recursos para manter a demanda mensal de 270 turbantes e 50 bonés. São pessoas de profissões, idades e ocupações diferentes que abraçam a causa sem dor, sem doença, sem lamento. É doação de amor ao próximo e uma experiência de estar sempre em comunhão com o bem sem ver a quem. Existe também uma contribuição voluntária de 20 reais, chamada de ‘Mico’,  pela qual as próprias participantes também colaboram e pessoas que desejam fazer uma doação.

Há também entre as voluntárias, o engajamento dos que já passaram por quimioterapia, vivenciaram as dificuldades do tratamento e hoje fazem questão de contribuir. Outras, motivadas pelo desejo de servir a Deus, ao próximo, e ainda aquelas que são contagiadas pelo sofrimento de algum parente que passou pelo câncer.

Soraia Furtado, mais um anjo do grupo em visita à Liga.

Além da confecção, Vanilde explica a dinâmica semanal das visitas que são voluntariamente agendadas pelos anjos pelo grupo do Whats App. A Liga Norte-rio-grandense do Câncer, Policlínica, Hospital Onofre Lopes, Hospital Luís Antonio, Hospital Rio Grande entre outros hospitais e clínicas,  fazem parte do roteiro das entidades visitadas pela turma que leva, muito além de um adorno para uma cabeça careca, leva amor, um sorriso, uma oração.  “Vamos todas de camiseta do grupo e turbantes a fim de nos identificarmos.  A abordagem ao outro é muito gratificante. São cápsulas de amor e compaixão que retornam com tanta gratidão que nos preenchem de paz e nos dão o motivo para continuar com o trabalho” conta Vanilde.

A visita vai mais além da entrega do turbante., o carinho às pacientes.

A história de Geine, depoimento que abre nossa matéria, é um exemplo. Ela é um anjo da oficina, casada, três filhos, sendo dois biológicos e um do coração e  três netos, um biológico e duas do coração, e tem um relato entre muitos que emocionam e nos faz refletir sobre nossas vidas.  Ela é um testemunho de fé e de muita superação, não só por se ajudar em busca de sua própria cura, mas também servir de inspiração para outros pacientes que estão na luta para vencer a doença. Ela teve um carcinoma em 2017 e passou por três cirurgias, seis quimioterapias, 28 radioterapias e 18 imunoterapias, mas, a dose infinita, segundo Suassuna,  é a fé em Deus que está operando o milagre de sua saúde.

Geine e sua amiga Vitória Chris.

O efeito da quimioterapia

“A queda do cabelo é inevitável, mas quando o médico me perguntou o que seria mais difícil para eu aceitar no tratamento, respondi que seria tontura e vômito. Ele, surpreendido, falou sobre a queda cabelo… e eu disse: Jesus vai tirar tudo da minha vida anterior, serei outra Geine, totalmente renovada”. E prossegue: “Eu era muito vaidosa, dependente de escova, não tomava banho de piscina, nem de praia para não estragar o cabelo, mas, quando vi o cabelo caindo, me senti outra pessoa, nascendo de novo”.

A rotina de não ter tempo para dar atenção em casa, viver apenas para o trabalho como funcionária pública e empresária do ramo de roupas para festas, dava um sentido mecânico para a vida.  “Durante o tratamento, fui apresentada à oficina dos anjos através de uma amiga do tempo de adolescência, Soraia Furtado. Resisti em usar turbantes oferecido por ela pois queria assumir minha careca como prova da minha fé. Mas o sol e o frio na cabeça chegaram a incomodar e, logo depois, ganhei um turbante de Vitória Chris, na Liga do Câncer, companheira de radioterapia  também anjo do grupo”.  Geine mudou completamente seu ritmo e está focada em servir ao próximo, costura muito, dessa vez, ao invés de vestidos, são turbantes e tiaras para as pessoas que necessitam.  “O turbante para mim é símbolo de luta. Através dos olhares das pessoas, elas nos reconhecem como vitoriosas”. E complementa:  “Meu cabelo está nascendo totalmente branco. Vou deixar assim, e, quando vierem me perguntar, vou falar que renasci, é a marca do começo de uma nova vida”.

Geine e seu novo visual.

A cada depoimento uma lição, um aprendizado.

José André de Lima, 55 anos, de Jaçanã/RN, acompanhado de sua esposa d. Francisca, foi um dos pacientes que receberam o boné durante a visita no início de abril na Liga Norte-rio-grandense contra o câncer em Natal.  Com o olhar curioso, já perguntava se não ia ganhar um boné, uma vez que a sua vizinha de cadeira, na ala da quimioterapia,  tinha escolhido um turbante.  Satisfeito, colocou o boné e posou para a foto, se dizendo confiante em sua cura atribuindo a fé em Deus.

Iracilda e seu filho Izael ao lado de sr. José com dona Francisca.

Já Iracilda Costa de 62 anos, distribuía através do seu sorriso largo, o orgulho de ter, como acompanhante seu filho único, Izael. Feliz com sua peruca, ela aceitou o turbante para as horas de descanso em casa. Mas admitiu ser vaidosa e gostar mesmo de sair com sua cabeleireira postiça.

A costureira Maria da Guia Araújo, mãe de quatro filhos foi um caso à parte. Sua alegria e o desejo de ficar boa contagiava o ambiente. Acompanhada de Vera Caldas, 60, amiga há mais de 30 anos, que também já teve câncer e já conta cinco anos de curada, ela deixou a lição de gratidão à ajuda recebida dos amigos. Além de Vera, outro vizinho, Chico do mercadinho, que faz questão de trazer e levar Da Guia de volta para casa, após o tratamento. A paciente ainda destacou  o poder da mente sempre positiva e alegre para combater a doença.

Vanilde e Maria Daguia. Alegria e muita superação.

E assim, todas as semanas, os anjos da Oficina soltam suas asas e vão levar amor em forma de turbantes a tantos que precisam e enfrentam a batalha contra o  câncer.

E nesta sexta-feira, a partir das 16h, a coordenação promoverá uma confraternização entre os anjos para festejar os três anos da Oficina. Um encontro para dar boas-vindas as que chegaram a pouco tempo, para se conhecerem melhor e também terá o momento para depoimentos de integrantes do grupo que vivenciaram ou ainda estão em tratamento.

Anjos a todo vapor na confecção dos turbantes.

A Oficina dos Anjos é um projeto sem fins lucrativos, não tem sede própria. As voluntárias se reúnem nas próprias casas em formato de rodízio para a produção dos turbantes que são subsidiados pelas doações em dinheiro, malha e pedrarias.  A entrega é feita de maneira totalmente voluntária através dos anjos do grupo.

Quem tiver interesse em fazer alguma doaçao em dinheiro ou  bijuterias que tenham pedras para enfeitar os turbantes, linhas para crochê etecidos viscolycra ou liganete medindo 1,60m, entrar em contato com a coordenação.

Vanilde – 84 99985 8451

  • vanilde e pacientes
  • keline e geine
  • turbantes 2
  • voluntaria e paciente
  • eu e elas
  • anonima de turbante
  • jacinta e liga
  • j pessoa
  • loura
  • casal
  • turbantes
  • dupla teka
  • vanilde e pacientes
  • as5
  • eu e elas

Tags:, , , , , ,

Programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’ tomou de emoção o Brasil. A apresentadora Ana Furtado ganha surpresa ao falar do tratamento de câncer .

Apresentadora recebeu o carinho de 15 pessoas que venceram a doença e estiveram na plateia do programa desta segunda-feira, 25/6.

Mais de três milhões de mensagens carinhosas foram recebidas pelo Instagram da apresentadora que ganhou força e se utilizou de sua imagem pública para ser ferramenta de transformação, coragem e também de informações sobre a doença. Emocionada com a surpresa feita por Fátima Bernardes que levou para a plateia, algumas das pessoas que mandaram os comentários na rede social,  e, ao vivo, puderam interagir e abraçar Ana que já está na fase de quimioterapia. Vale à pena ver as histórias de arrepiar corações veiculadas no programa.  Segue o Link http://encurtador.net/tuvy9

Tags:, , , ,

Praia Shopping acolhe Mostra ‘Mulheres Bonitas’ com histórias de pacientes que venceram à luta contra câncer #outubrorosa

A I Expo Mulheres Bonita já atrai um grande público no Praia Shopping. A mostra relata a superação de 23 pacientes oncológicas que se apresentam com determinação após a passagem por uma experiência que exige muita confiança tanto em si quanto aos procedimentos médicos. As fotografias de rosto retratam a alegria pela vida e, de certa forma, é uma comemoração pela transformação ocorrida com cada uma delas após a experiência de uma doença dolorosa, mas curável.

Das 23 mulheres retratadas, 19 foram acometidas pelo câncer de mama e as quatro restantes se dividem entre o câncer de útero, endométrio, intestino e um tipo raro e incurável diagnosticado como leiomiosarcoma (ou câncer das partes moles). “Mesmo o Outubro Rosa sendo alusivo ao câncer de mama, incluímos pacientes de outros tipos da doença porque vimos nelas a vontade de levar essa mensagem de vida e de superação que tanto estimamos”, explicou a criador do Grupo Bonitas Adilza Holanda, e também responsável pela realização da exposição.

A I Expo Mulheres Bonitas vai percorrer alguns shoppings da cidade com o objetivo de atingir um maior e mais diversificado público feminino e assim desmistificar a doença a respeito da finitude, ao mesmo tempo em que reforçará o alerta a respeito da prevenção do câncer.

A I Expo Mulheres Bonitas não tem fins lucrativos, todos envolvidos na organização são voluntários, o que inclui a equipe de seis fotografas formada por Ana Cláudia Albuquerque, Eleonora Marques de Siqueira, Katherine Carvalho, Rose Medeiros, Sônia Regina e Verônica Barreto que se uniram em um mutirão para realizar as sessões de fotos expostas neste exemplar e na mostra itinerante.

I Expo Mulheres Bonitas
Abertura
Data: 09 de outubro
Horário: 19 horas
Local: Praia Shopping

Programação
09 a 14 de outubro – Praia Shopping
16 a 20 de outubro – Via Direta
25 a 29 de outubro – Partage North Shopping
30 e 31 de outubro – OAB/RN

Tags:, , , , , ,

Campanha Julho Verde conscientiza a população sobre o câncer de cabeça e pescoço.

O Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço é celebrado no dia 27 de julho. A Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP), que vem há 50 anos buscando o melhor para a prevenção e tratamento da doença, promove durante todo o mês de julho atividades de conscientização e informação no combate a este tipo de câncer.

Em apoio à campanha da Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG), que tem por iniciativa estimular a prevenção “boca a boca”, sendo a boca um dos alvos da doença, e dela deve sair a mensagem de alerta, a SBCCP e seus institutos parceiros chamam a atenção de toda a população para a importância dessa prevenção e a urgência de implementação de políticas públicas por parte das autoridades de saúde.

No Rio Grande do Norte, a campanha é coordenada pelo vice-presidente da SBCCP, Dr. Luís Eduardo Barbalho de Mello.

Confira a programação do JULHO VERDE no RN:

08/07 – 9h – Ação no Parque das Dunas
10/07 – 14h – Audiência Pública na AL/RN
14/07 – 14h – Seminário na UERN em Mossoró/RN

Tags:, , ,

Homem de verdade, se cuida!

nov cyrellaÉ grande a adesão das empresas às campanhas em prol da saúde dos seus funcionários.  O outubro rosa já deu o recado para as mulheres se cuidarem e realizarem a mamografia. Agora, o centro das atenções é o homem para a prevenção do câncer de próstata.

Exemplo disso, é  a campanha promovida pelo marketing da construtora Cyrela Plano&Plano, divulgando através de newsletters, cartazes, panfletos e painéis,  distribuídos em seu escritório, na Central de Oportunidades da Avenida Roberto Freire, em Ponta Negra,  frases de impacto e informações úteis para estimular o público masculino para a realização de exames periódicos e visitas frequentes a médicos especializados.

 

Tags:, , , ,