Parnamirim sediou o lançamento do projeto cultural Carrossel da Leitura.

O Projeto Carrossel da Leitura, lançado nesta quinta-feira, 21 de março, dia Mundial da Poesia, na Associação dos Moradores da Cohabinal, em Parnamirim, foi idealizado para fomentar o interesse pela leitura e estimular a circulação, apreciação e distribuição de obras de escritores potiguares.

Nas próximas edições serão contemplados os municípios de Natal, Ceará Mirim, Mossoró, Caicó, Macau e Pium.“O coração não cansa de dizer que, esses encontros, como o de hoje, são de alegrar a alma. A poesia toma conta, falando aqui dentro, tudo o que não há palavras para expressar.” Concluiu a professora Yona Nunes, mediadora de leitura da Escola Municipal Augusto Severo.

 A escolha do dia 21 de março, quando também se celebra o Dia Internacional da Síndrome de Down. “O carrossel está sendo um sonho realizado. Vejo no brilho do olhar dos educadores, das crianças e dos pais, a certeza de que o conhecimento liberta. Tenho fé que esse projeto escape das nossas mãos e ganhe o mundo,” ressaltou entusiasmado o escritor Junior Dalberto, um dos idealizadores do projeto.

Carrossel movimenta literatura regional

O projeto está contribuindo para o desenvolvimento social e a formação de leitores, estimulando a produção literária e cultural do Estado, com ações gratuitas na área da literatura. Todas as obras serão distribuídas durante a circulação do Carrossel. “Nós acreditamos no poder da leitura para o desenvolvimento do Estado e, é neste sentido, do despertar de leitores cidadãos, que sabem valorizar os talentos locais, que vamos trabalhar, concluiu Drika Duarte, escritora que irá participar de todas as edições do Projeto Carrossel da Leitura, patrocinado pela Cosern por meio da lei Djalma Maranhão.

Além dos escritores, as sete edições do projeto serão contempladas com a presença de dois contadores de histórias que farão a apresentação e leitura dos livros de 10 autores potiguares. Estudantes das escolas públicas receberão gratuitamente livros além de 10 Bibliotecas das Escolas Públicas dos Municípios que ganharão novo acervo. Ao todo, 1000 livros  serão distribuídos. 

Crédito das imagens: Luana Cavalcante

Tags:, , , , , ,

#Vernissage Obras de artistas potiguares são referências para alunos da Casa Escola.

Os alunos do Instituto Educacional Casa Escola receberão artistas potiguares na próxima quarta-feira, 31, para mais uma edição do vernissage dedicado às produções artísticas realizadas pelos estudantes durante o primeiro trimestre do ano. As obras são releituras de artistas potiguares ou cujos trabalhos foram homenageados na Agenda 2017 da instituição. Para expressar um pouco das experiências adquiridas a partir do contato com as obras potiguares, cada turma produz um trabalho artístico diferente. O 9º ano, por exemplo, fará um painel coletivo sobre o grafite, uma vez que o artista escolhido por eles é Augusto Furtado, grafiteiro natalense que assina a obra que introduz o mês de março na agenda.

A ideia é apresentar os trabalhos para pais, familiares e para a comunidade escolar, além de dialogar junto aos artistas locais sobre as obras estudadas. Entre os nomes cujas obras foram cedidas para ilustrar a agenda estão o cartunista Rodrigo Brum, a ilustradora Juliana Juaquina, o grafiteiro Arbus, e o quadrinista Marcos Guerra, os dois últimos são presença confirmada no vernissage.

A abertura do evento está programada para 18h e na ocasião também haverá apresentações musicais e teatrais que guardam alguma relação com as obras de inspiração. Por exemplo, o 3º Ano Vespertino fará uma curta encenação do conto “O Homem que pôs o ovo”, de Câmara Cascudo. O texto do folclorista potiguar foi materializado em um quadro pelo artista Adonias Assunção, que cedeu sua obra de arte para ilustrar a capa da agenda de Casa Escola.

A exposição segue para visitação do público até a sexta-feira, 02, no horário de funcionamento da escola, de 7h às 18h. A Escola fica localizada na Rua João Alves Flor, 3711, em Candelária.

Tags:, , , ,