Amanhã, lançamento do livro de Evelyne Furtado. ‘Pausa para subir’, relatos da simplicidade da vida regados a sentimentos da alma.

‘Pausa para Subir – Crônicas da Vida’ é 0  livro de crônicas, contos e poemas da psicóloga Evelyne Maria Barros Furtado.  O lançamento será nesta terça-feira, 30, às 18h, no Bicicleta Café (Rio Center Mega Store) em Lagoa Nova.

Evelyne é aposentada como assessora jurídica, atua como psicóloga e faz Psicánalise no Fórum Nacional do  da Rede Diagonal.

 

 

A Obra

Os textos tratam do cotidiano da autora, alguns já publicados no jornal de Mossoró, Gazeta do Oeste e na coluna ‘À flor da pele do blog Comunique-se, escritos entre 2003 a 2012. Palavreando, O que tem para hoje? São exemplos que afloram com muita espontaneidade e dão ritmo à proposta das crônicas: simplicidade.  Já o título da publicação, remete à uma das crônicas de um momento de mudança pelo qual a autora passou e registrou. Deixava a carreira jurídica para ingressar no curso de Psicologia.

A obra tem 168 páginas, ilustrada com imagem de uma marinha em óleo sobre tela do artista plástico Nival Mendes,  apresentação do jornalista e escritor Gustavo Sobral e prefácio da escritora Zélia Maria Freire.

 

Tags:, , ,

Livro infantil ‘A Vida Colorida de Vitória’ terá seu lançamento domingo no Parque das Dunas, depois em Milão e na Suíça.

 

O livro infantil  “A VIDA COLORIDA DE VITÓRIA – VITÓRIA’S COLORFUL LIFE” da cearense Tereza Custódio, será  lançado no próximo domingo, 22, no Parque das Dunas,  às 8h30, em Natal.

E não para por aqui, a obra foi lançada recentemente em Fortaleza,  e seguirá com a autora para os autógrafos em Genebra, na Suíça (29/04) e depois Milão, na Itália (05/05), além de participar, através da Contadora de história Eva Potiguar, do acervo de literatura infantil da II EXPO Intinerante Internacional que ocorrerá em Londres em maio vindouro.

Sinopse da obra

A Vida Colorida de Vitória é um livro bilíngue Português – Inglês e  traz em seu enredo  o cotidiano da menina Vitória. Numa linguagem poética, com rimas suaves e melodiosas, usando as cores como tema, a autora oferece uma opção para as crianças se perceberem nesse universo tão cheio de cor e alegria. Os desenhos são ilustrados por Raíssa Bulhões e captam a inocência da infância e o lado belo e colorido da vida. 

Sobre a autora

Tereza Custódio nasceu no Ceará em 1952. Graduada em Letras pela UFRN, tem especialização em Línguas Estrangeiras e Artes Cênicas e foi professora do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Em 2017 teve seu primeiro romance publicado, “O Bálsamo”, premiado pela União Brasileira de Escritores-UBE/RJ e  obteve  o 1º lugar em concurso pela União Brasileira de Trovadores-UBT/MG.

No forno

O livro em cordel, com 130 sextilhas sobre a “Herança da Diáspora Africana” terá seu lançamento em brevve e, o  segundo romance, “O Baú de Filomena”, está em andamento. A romancista, cordelista e trovadora é membro da União Brasileira de Escritores (UBE/RN), da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN (SPVA-RN) RN e da A.C.I.M.A/Itália.

Designer
Raíssa Bulhões nasceu em Natal em 1992. Formou-se em Design Gráfico em 2014 pela UFRN e desde 2011 trabalha com ilustrações.

Tags:, , , ,

#Lançamento Romance em formato de fotonovela dos anos 2000 do Jornalista Mário Ivo, 3ª feira. Som do DJ Macacco

Já bem falado e comentado na mídia, o romance ‘Sumidouro do Espelho – fotonovela’ quarto livro do escritor e jornalista Mário Ivo Cavalcanti será lançado na próxima terça-feira (7 de novembro), a partir das 18h, na Confeitaria Atheneu, em Petrópolis.

Um romance que fala de amor, de uma relação moderna e de todo aparato tecnológico usado nos dias atuais para comunicar sentimentos; uma novela sobre um casal em luta amorosa, à procura de se encontrar, e os desencontros gerados por essa busca; uma história de caos e contradições, que permeia boa parte das relações amorosas.

A obra será lançada na próxima terça-feira (7 de novembro), a partir das 18h, na Confeitaria Atheneu, em Petrópolis.
Uma espécie de fotonovela dos anos 2000, que, assim como o amor, tem começo, meio e fim, ‘Sumidouro do Espelho’ mostra, de forma ousada, o universo particular da rotina de um casal que vive uma paixão, e busca, desesperadamente, a felicidade, o prazer, e, por que não, o caos. Narrado pela ótica do protagonista masculino, a história se vale, também, das mensagens trocadas pelo par ao longo da efêmera relação.
A publicação tem prefácio do escritor e tradutor Reinaldo Moraes, autor dos cults ‘Tanto faz’ (1981) e ‘Pornopopéia’ (2009), que diz, sobre o enredo de ‘Sumidouro do Espelho’, se tratar de uma “história de amor bandido, de zoeira lírica, da mais fina sacanagem a céu aberto”, resumindo os mais íntimos momentos dos dois personagens, inclusive na hora do sexo. As fotos e as músicas amparam a história, e o projeto gráfico, inusitado e diferenciado, é da autoria de Dimetrius Ferreira.
Se tivesse de ser enquadrado em algum estilo literário, ‘Sumidouro do Espelho’ poderia se inserir no gênero autoficção, enquanto relato autobiográfico combinado à ficção, mas deixando sempre muitas interrogações na cabeça dos leitores – se a história se trata de algo inventado ou se realmente foi uma aventura vivida pelo autor. Mário Ivo Cavalcanti, aliás, também não faz questão de esclarecer se a brincadeira literária tem inspirações na vida privada. “A partir do momento que se põe no papel, tudo vira ficção, e, no final das contas, este é mais um livro comum, com começo, meio e fim, como toda história de amor. Ainda que aparentemente ousado, não passa de uma história tradicional, que pode ter sido vivida por qualquer um de nós, quando entre quatro paredes”, resume.

VISÃO DO ESCRITOR
Todo o projeto do livro foi estruturado entre o fim de 2015 e o início de 2016 e escrito em apenas 30 dias. O autor até tinha outros projetos – além de editor da novíssima Livros de Papel, que está completando 1 ano, ele estava escrevendo outros dois romances, que deixou temporariamente de lado para se dedicar à Fotonovela. Segundo ele, o livro já nasceu praticamente pronto. “Eu já tinha um fim. Precisava apenas começar, literariamente, do começo, ou seja, escrever ou reescrever, porque, afinal, tudo já estava escrito, a inspiração já tinha acontecido, restava a transpiração – escrever, com prazer, botar os pingos nos is, e o ponto final. De um certo modo, foi uma catarse.”
Questionado sobre o porquê do subtítulo, Mário Ivo explica. “A ideia inicial é que podia ser enquadrado como um romance, até pela brincadeira com o lado ‘romântico’ do tema principal, mas, afinal, como não é tão grande e caudaloso como o gênero literário clássico, muito menos clássico, poderia ser uma novela. E, como as fotos faziam parte, também, da narrativa, adotei o termo ‘fotonovela’, lembrando daquelas revistas tão populares nos anos 1970, e que eu também lia, quando criança, pegando emprestado da minha irmã “.
Paralelamente à carreira de jornalista, Mário Ivo Cavalcanti já havia publicado o romance epistolar ‘Cartas Náuticas’ (2008) e ‘Sexo, Estômago e Memória’ (2016). Um ano antes, o escritor lançara na Feira Plana, em São Paulo, o livro ‘Acho que Não Sou Mulher’, em parceria com a escritora paulistana Juliana Frank. Em 2016, ele também foi um dos 13 convidados para escrever um conto inspirado nas músicas do álbum ‘Cabeça de Dinossauro’ (1986), da banda Titãs, uma homenagem aos 30 anos do disco.
Se canções e referências musicais sobram no livro, não poderia ser diferente no lançamento. A dupla Gustavo Lamartine e Isaac Ribeiro vai tocar a trilha sonora da publicação, com algumas das canções citadas pelo escritor na obra, que vão do jazz de Nina Simone ao rock do Placebo, passando por Jorge Ben Jor. O evento contará ainda com a discotecagem de DJ Macacco, que vai animar a tradicional e boêmia Confeitaria Atheneu, seguindo as pegadas da soundtrack do romance.

SERVIÇO:
Lançamento do livro Sumidouro do Espelho
Data: 7 de novembro
Horário: a partir das 18h
Local: Confeitaria Atheneu – Largo do Atheneu (Petrópolis)
Atrações: Gustavo Lamartine & Isaac Ribeiro | DJmacacco

Tags:, , , ,

Roberta Sá e Fernanda Tavares são algumas das celebridades da Revista 25 anos @Natal_Shopping. Quer ir para o lançamento? É Hoje.

Edição especial tem a top Fernanda Tavares na capa e conta ainda com outras celebridades nacionais

O Natal Shopping lança, nesta sexta-feira (0​4​), a Natal Shopping Magazine, uma ​ edição comemorativa em homenagem aos 25 anos do empreendimento. Para marcar o acontecimento, os clientes presentes no mall entre 18h e 21h serão convidados a degustar​ espumante e doces bem-vividos, e também a receber sua revista, no espaço montado especialmente para a ocasião, no corredor da Rio Center.

A top Model Fernanda Tavares ilustra a capa

Entre as atrações da Natal Shopping Magazine estão as luxuosas participações de pratas da casa que ganharam o mundo com seus talentos: a cantora Roberta Sá e a top Fernanda Tavares. Elas são temas de reportagens especiais, onde falam sobre carreira, projetos, sonhos e realizações.

A revista trata ainda sobre moda, cultura, comportamento, saúde, qualidade de vida, gastronomia e, ainda, sobre as boas memórias guardadas pelo Natal Shopping ao longo desses 25 anos de vida. Muitas das histórias vividas no ambiente do mall são contadas entre elas início de namoro, primeiro passeio, primeira ida ao cinema, entre tantas outras.

A publicação conta com uma tiragem de 10.000 exemplares e terá distribuição em certa de 140 pontos da cidade. No shopping, exemplares da revista estarão disponíveis gratuitamente​ no Concierge, fraldário e estacionamento VIP. A versão digital da revista também pode ser acessada através do aplicativo e do site do Natal Shopping.

SERVIÇO

Tags:, , ,

A importância da mãe para o desenvolvimento pessoal é tema do livro ‘Mãe, quero seu colo’ da potiguar Daniella Medeiros.

“Mãe, quero seu colo” é o título do terceiro livro da escritora potiguar Daniella de Medeiros que atualmente reside na cidade de Parati, no Rio de Janeiro e, de volta ao Rio Grande do Norte, realiza o lançamento de sua mais recente obra literária no próximo sábado (08) no Espaço de Educação e Terapias.

Sobre o livro

“Mãe, quero seu colo” retrata narrativas de pessoas que passaram pela vida da escritora e tiveram seus relatos registrados após ela perceber a conectividade das histórias nas famílias. E, nesse interlace, a influência da mãe foi o ponto chave para a efetivação do amor.
O leitor tem a oportunidade de viajar no universo pessoal de cada personagem e perceber que o desenvolvimento de cada um está correlacionado ao seu relacionamento com a mãe, sendo esta, presente ou não. “As pessoas fazem o que sabem e repetem isso durante toda sua vida porque não sabem fazer de outra forma, a não ser que busquem a mudança do padrão, porém, tudo é envolto de amor”, explicou Daniella.

Os primeiros relatos, ainda no Rio de Janeiro, foram chegando de forma ocasional, o que a autora considerou como algo mágico. “Eu dizia: isso dá um livro. E elas diziam: escreva! Então, comecei. De repente, era como se famílias do Rio Grande do Norte, Ceará e Pernambuco também quisessem fazer parte. Mesmo os casos fictícios passaram a fazer parte de mim porque pareciam que conversavam comigo”, relata a autora.

Após o lançamento em Natal, Daniella de Medeiros segue para a Festa Literária de Paraty, onde o livro será apresentado no período de 26 a 30 de julho. O exemplar de 188 páginas publicado pela Yes Books Editora será vendido pelo valor de R$ 20.

Quem é Daniella

Escritora, jornalista e consteladora, Daniella de Medeiros se define como uma passeadora da vida, uma polinizadora de emoções e convida as pessoas a passearem junto com ela seja através dos seus livros, da Constelação familiar, das técnicas de Cura, das palestras sobre mudanças de vida ou em um café em algum lugar do mundo. “Acredito que somos seres espirituais em um corpo físico (já disse o sábio). Então, se estamos aqui, que absorvamos o melhor, seja na dor ou no amor”.

Nova Constelação Familiar

Na ocasião, a escritora, que também é jornalista e consteladora, durante o lançamento do seu livro, vai demonstrar a Nova Constelação Familiar.

Pela física quântica, esse campo é o ponto zero, onde tudo tem seu começo e seu fim. Onde a informação chega e transforma em realidade. Onde está toda a energia da Criação. “Lá não existe ego. Por isso, nos guiamos pelas percepções e sensações para termos respostas de situações que nos aflige na nossa vida e família”.

Para participar da Nova Constelação Familiar será cobrado um valor de simbólico de R$ 50 reais, além de um quilo de alimento não perecível. A apresentação começa às 8 horas da manhã e segue até o momento do lançamento do livro.

Biografia

O primeiro livro lançado por Daniella de Medeiros se chama “Organize sua vida em 21 dias” e traz exercícios de programação neolinguística (PNL) relatando o percurso que a autora tomou para realizar seus objetivos.

O segundo, “A Consteladora e o Xamã”, conta, de forma romanceada, a convivência que teve com o xamã brasileiro Ubiratan.

Serviço: O lançamento do livro será no próximo sábado, 08 de julho – a partir das 15 horas, no Espaço de Educação e Terapias na Avenida dos Pinheirais, 684 – Neópolis.

Informaçõe: 84 99111-8404

Tags:, , , ,

Editora @jovens_escribas lança ‘A noite que nunca acaba’ de @Cfialho nesta 5 feira.

A Editora Jovens Escribas promoverá mais um lançamento em Natal na próxima quint-feira, 17. O livro “A noite que nunca acaba” (contos) do potiguar Carlos Fialho terá a companhia de mais dois convidados de outra editora, o paulistano Antonio Prata e o carioca Gregório Duviver com as obras “A “Trinta e poucos” (crônicas) e Caviar é uma ova (crônicas), respectivamente.livro-fialho

O lançamento começa às 18h, no Solar Bela Vista, mas,  um pouco antes, pelas 17h,  os três escritores da literatura brasileira estarão num rápido bate-papo com os leitores sobre os livros e suas crônicas, aberto a quem quiser assistir. Imperdível!

O autor Carlos Fialho @ofiasco

Quando, em 2011, o autor Carlos Fialho, mais conhecido pela publicação de crônicas, lançou um livro de bolso chamado “Uns contos de Natal” na qual apresentava duas histórias divididas em duas partes cada, ficou com uma sensação de que aquelas narrativas não estavam acabadas. Ambas mereciam ser concluídas com um desfecho, compondo trilogias de contos. Foi essa motivação que levou o autor a revisitar aqueles textos e escrever continuações que terminaram por se tornar mais extensas que as primeiras partes somadas, explorando todo o potencial narrativo daquelas ficções passadas numa Natal que só existe na imaginação do cronista/contista. O resultado é um livro de 240 páginas que traz histórias fantásticas de assassinato e uma epidemia zumbi em plena Natal que ora conhecemos, assim como as consequências para nossa sociedade de ambas as situações extremas.

Sinopse dos 7 contos de “Aquela Noite que Nunca Acaba”:

Uma série de assassinatos de estrangeiros que chegaram à cidade para usufruir dos serviços sexuais prestados por menores de idade; a implicação de um grupo de jovens em crimes bárbaros praticados nos anos recentes; a trajetória de uma menina que acabou morta ao tentar sair da prostituição; uma epidemia avassaladora provocada por um vírus haitiano transforma a outrora pacata cidade para todo sempre; um grupo de sobreviventes tenta superar uma situação de confinamento; uma mulher e um homem que tentam viver na traumatizada cidade pós-apocalíptica que lhes foi legada; um homem que prefere enxergar a vida com outros olhos. Histórias que têm ou não relação entre si, narrativas construídas com porções de fantasia e toques de mórbido absurdo, baseadas no impulso de contar uma realidade possível, ainda que pouco provável.

 

Sobre o Autor:

Carlos Fialho tem se notabilizado pela escrita de crônicas, havendo publicado centenas de textos do gênero em jornais, revistas, portais, blogs e reunindo muitos deles em livros que saíram pela Editora Jovens Escribas. No ano de 2011, lançou o livro de contos “Uns contos de Natal” (edição esgotada), demonstrando versatilidade de repertório em sua escrita. As histórias imaginadas para um mundo paralelo em que assassinos em série e zumbis aterrorizaram a cidade hoje conhecida como Natal evoluíram para as narrativas trazidas neste novo livro, “A noite que nunca acaba”. Além desta, outras publicações do autor encontram-se disponíveis nas livrarias: “Crônicas na Escola”, “As Maiores Mentiras do Verão” e “Não basta ser playboy. Tem que ser DJ!”.

 

 

 

Tags:, , , ,

Jaime Azevedo lança ‘M, Os Contos Gorgônicos’ sexta-feira. Editora Sebo Vermelho.

“M, Os Contos Gorgônicos” de Jaime Azevedo, com 118 páginas e tiragem de 300 exemplares, será publicado pela editora Sebo Vermelho.jaime convite

Lançamento

     Dia 15 de julho, sexta-feira, a partir das 18h, na Cafeteria São Braz do Shopping Cidade Jardim. Na ocasião será apresentada a exposição “Íris de Pedra”, realizada pelos fotógrafos da UFRN Cícero Oliveira e Wallacy Medeiros, que irão expor imagens inspiradas pelas histórias do livro.

O Livro

   Um assassino, um pianista e uma mulher ferida.

   Três histórias que se entrelaçam, enroladas como serpentes em torno do olhar da górgona, a Medusa da antiguidade.

   O livro gira em torno de três narrativas que abordam diferentes aspectos do mito clássico da Medusa através do horror, indo do puramente físico ao psicológico. Cada conto, apesar de contribuir para a grande história contada no livro, traz seu próprio universo, sua própria linguagem. A força das simbologias, livre arbítrio e poder feminino são os principais temas que emergem da leitura. A orelha foi escrita por Pablo Capistrano (autor de Pequenas Catástrofes e Os Corvos chegaram para jantar, entre outras obras).

Mais sobre Jaime Azevedo

Programador visual do setor de criação da Superintendência de Comunicação da UFRN. Formado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo em 1998 e especializado em Gestão de Marcas, ambos pela UFRN. Trabalhou durante a década de 2000 como infografista no Diário de Natal.
jaime

Íris de Pedra

A exposição de fotos tiradas por Cícero Oliveira e Wallacy Medeiros é inspirada pelas histórias do livro; uma tentativa de traduzir em imagens o texto, mas de uma forma livre e criativa. As fotografias se apresentam como possibilidades de amplificar e ir além dos significados do livro, construindo narrativas paralelas através do olhar.

Tags:,

Revista do @TCE_RN traz caderno especial sobre Dom Nivaldo Monte. Versão on-line disponível.

Revista do TCERN presta homenagem a Dom Nivaldo Montenivaldo capa

Mais uma edição da Revista do TCE chega às mãos dos gestores públicos dos municípios do Rio Grande do Norte. O lançamento do número 17 da publicação foi realizado pelo presidente do TCE, conselheiro Carlos Thompson, na abertura do encontro  “Finalização de mandato e novas diretrizes do controle externo do TCE/RN”, ocorrido semana passada no Cemure, em Natal.

De periodicidade anual, a revista disponibiliza artigos técnicos e de interesse geral, além de divulgar ações executadas por setores do TCE, como a Secretaria de Administração Geral, Controle Externo, Planejamento Estratégico, Escola de Contas e Ouvidoria. Como ocorre tradicionalmente, a revista presta uma homenagem a um potiguar de destaque na sua área de atuação.

Neste número, o escolhido foi Dom Nivaldo Monte, resgatando a história do arcebispo emérito de Natal, que deixou várias ações junto aos mais pobres da cidade e foi um dos fundadores do curso de Serviço Social da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

A ausência revelada entre seus objetos no apartamento onde morava

A ausência revelada entre seus objetos no apartamento onde morava

A edição, que já se encontra em versão on-line, também está disponível para download,  traz de novidade o conselho editorial, somando-se à importante conquista do selo ISSN, que desde a última edição atesta a sua respeitabilidade e credibilidade.

Segundo o assessor de comunicação, Viktor Vidal “A escolha por Dom Nivaldo Monte foi um gratificante presente. Para nós e para os leitores Um religioso que transbordava bondade e costumava dizer que Deus criou o homem para ser feliz. Em 43 anos de bispado, direcionou suas energias a fazer valer essa máxima. Não por acaso, foi chamado diogenescom louvor de “semeador de alegria” pelo escritor Diógenes da Cunha Lima. Dedicou toda a sua vida à Igreja Católica e catalisou seus ideais através de livros, das salas de aula e de iniciativas de assistência social em prol dos menos favorecidos” complementa Vidal.

Nas páginas dedicadas a Dom Nivaldo, há relatos de familiares, amigos e fiéis que  ajudam a contar quem foi e o que fez um dos mais admirados bispos norte-rio-grandenses que partiu em 2006, aos 88 anos, e deixou um legado de simplicidade, compaixão e grandeza de caráter – hoje também é homenageado dando nome ao Parque da Cidade. “O material está distribuído em um caderno especial cuidadosamente produzido pelos jornalistas Eugênio Parcelle e Graciêma Carneiro, com imagens do fotógrafo Jorge Filho. Somado à homenagem que estampa a capa, a edição aborda aspectos da Lei da Ficha Limpa, notadamente o papel do Tribunal de Contas do Estado na elaboração da lista de gestores julgados. Às vésperas de mais uma eleição, e numa época cuja cobrança do eleitor pela idoneidade dos políticos está cada vez mais contundente, escolhemos os meandros desta lei, suas causas e efeitos, numa iniciativa inovadora da revista” ressalta o assessor.parque

Confira a revista

 

 

Tags:, , , , ,

Amanhã, no Nalva Café Salão, a literatura vai reinar a partir das 19h. @jovensescribas lancam três livros de uma vez.

Natal tem revelado  grandes talentos e amanhã tem mais. É Sim, a editora Jovens Escribas faz o lançamento, ao mesmo tempo,fialho de três livros dos autores Beatriz Madruga, Marcello Quintanilha e decristo, no Nalva Café Salão na Ribeira.
Vamos nessa? Estão todos convidados!
#Lançamento #JovensEscribas
Evento aberto.

Tags:, , ,

#Literatura Editora @Jovens Escribas marca presença na QUINTA LITERÁRIA da NOBEL

É HOJE a partir das 19h, na Livraria Nobel, os autores Márcio Benjamin e Dinarte Assunção participarão de um bate-papo com o tema “Histórias de horror: reais e imaginárias”.

Divulgação

Divulgação

Os escritores falarão de seus livros, o romance “Fome” no qual Márcio conta a história de uma epidemia zumbi numa cidade do interior nordestino. Já Dinarte conversará sobre o enredo e a experiência de escrever “Sobre Viver”, no qual relata sua história verdadeira de dependência química e redenção. A entrada é franca e a livraria Nobel fica na Avenida Salgado Filho, próximo ao Midway Mall.

E amanhã, sexta-feira, 03, tem lançamento  “OS CORVOS CHEGARAM PARA JANTAR” DE Pablo  Capistrano, a partir das 19h, no Between Coffee and Gallery.  Pablo Capistrano, nesse livro,  criou contos mesclando realidade com elementos fantásticos a respeito do imenso shopping Center no qual convertemos nossa sociedade.

Imperdíveis! Ponto para a Editora Jovens Escribas que assina as publicações e movimenta nossa cidade com eventos literários.

pablo

Tags:, , , , , ,