Sebrae RN promove encontro para o setor de alimentação saudável. Inscrições gratuitas.

Natal – O segmento de alimentos e bebidas está em franco crescimento no Brasil movido principalmente por uma leva de consumidores que estão cada vez mais preocupados com longevidade, bem estar e saúde do corpo. De acordo com estudo da agência de pesquisa Euromonitor, o mercado de alimentação ligado à saúde e ao bem-estar cresceu 98% no país de 2009 a 2014. O setor movimenta US$ 35 bilhões por ano no Brasil, que é o quarto maior mercado do mundo.

Para capacitar empreendedores e profissionais ligados ao setor de alimentos saudáveis e naturais, o  Sebrae no Rio Grande do Norte promove na próxima quinta-feira (20) o Encontro de Empreendedores de Alimentação Saudável do RN, a partir das 18h30, no auditório da instituição. O objetivo do evento é unir os elos desse nicho de mercado, como profissionais da área da saúde e empreendedores, e analisar as tendências de consumo e o perfil dos novos consumidores que adquirem esse tipo de alimento. As inscrições são gratuitas, mas as vagas são limitadas. Informações pelo 0800 570 0800.alimentacao-saudavel-moraes_neto

A programação consta de palestras que abordam aspectos relevantes para quem atua nessa cadeia produtiva. Uma delas é a palestrar ‘Tendências de cosumo de alimentos e bebidas’, com enfoque para o setor de alimentação saudável. A palestra será ministrada pela paulista Marina Schwartzman, que vai apresentar os principais eixos de crescimento desse mercado para os próximos anos, os tipos de comidas e embalagens que os novos consumidores, sobretudo da geração Y, estão demandando.

No Rio Grande do Norte, o setor de alimentos é um dos que apresentam alta atratividade negócios. O nicho de alimentos para consumo domiciliar cresceu 164,9% no estado entre 2009 e 2015.

Especialista em Negócios Internacionais e Estratégia de Mercado, Marina Schwartzman é gerente sênior de contas governamentais e de associações de classe na Euromonitor International, dando suporte no desenvolvimento de estratégias de internacionalização por meio de pesquisa de mercado global.

Sem glúten

A segunda palestra trata da responsabilidade e ética no preparo de comidas restritivas e será ministrada pela chef paulista Cristina Assis. Ela é especialista em cozinha convencional há mais de 30 anos e pesquisadora do tema restrição alimentar. Cristina profere palestras envolvendo alquimia na culinária e alimentação para celíacos – aquelas pessoas intolerantes a glúten – alem de participar de cursos de panificação sem glúten e alergênicos.

A demanda de consumo de produtos sem glúten vem aumentando a cada ano e o mercado atende a pelo menos dois tipos de público: pessoas que sofrem da doença celíaca e os que seguem dietas que restringem o consumo da proteína. Segundo o Conselho Nacional de Saúde (CNS), há dois milhões de pessoas no Brasil afetadas pela doença. O principal desafio dos adeptos do regime é encontrar substitutos à altura do trigo e dos produtos com ele produzidos, o que abre oportunidades para quem desejam empreender nessa área.

A abrangência do setor de alimentação saudável se justifica pelo fato de que para 28% dos brasileiros, consumir alimentos nutricionalmente ricos é muito importante. No Rio Grande do Norte, o setor de alimentos é um dos que apresentam alta atratividade negócios, segundo dados do Sebrae. Um exemplo disso, é o nicho de alimentos para consumo domiciliar, que entre 2009 e 2015, cresceu 164,9% no estado.

Além das palestras, o encontro terá uma mostra de alimentação saudável que será montada no pátio central do Sebrae  e vai reunir 20 empresas dessa área. São desde estabelecimentos que comercializam itens que compõem um cardápio saudável e até marcas fabricantes de produtos destinados a esse setor.

Via Sebrae RN

Tags:, , ,

Os poderosos para reduzir o inchaço #alimentosdobem

Você  está se cuidando? Mudou a alimentação e pratica exercícios com regularidade?  Mas, por alguma razão, acordou com a  sensação de inchaço? Relaxe, isso acontece com maioria das mulheres. Se a culpa é a desidratação, do seu ciclo menstrual ou algo que você comeu, a boa notícia é que com as dicas abaixo você pode se livrar da retenção. Basta incluir alguns alimentos poderosos no cardápio noturno. Vamos lá!

1. Pimenta-caiena

Imagem: belezaesaude.com

Imagem: belezaesaude.com

Caiena, jalapeño, habanero. As pimentas aceleram o metabolismo (são termogênicas) e também oferecem antioxidantes e ação anti-inflamatória – ótimo para reduzir o inchaço. Então, aproveite a sugestão para apimentar o seu jantar.

2. Iogurte
Estimular o funcionamento do intestino é apenas um dos benefícios oferecidos ao nosso organismo pelos probióticos – bactérias do bem (entre elas,   ifidobacterium e lactobacillus) que são mantidas vivas durante todo o processo de digestão e, com isso, ajudam a recompor a microbiota, prevenindo infecções intestinais e reforçando as nossas defesas. Elas também ajudam a diminuir o colesterol ruim e aumentar a absorção de vitaminas do complexo B, além de amenizar os sintomas de sensibilidade à lactose. Substitua a sobremesa açucarada por uma taça de iogurte com frutas.

3. Gengibre
São duas as substâncias responsáveis pela ação termogênica dessa raiz: gingerol e sogaol.  Bônus: impede a formação de gases. Pode ser consumido até por mulheres gestantes para combater o enjoo. Como usar: fresco (ralado, espremido ou em pedaço) e em pó, no molho para salada, no refogado de legumes, nos sucos e chás.

4. Banana
As fibras solúveis da banana formam uma espécie de gel que preenche o estômago, espantando a fome por um bom tempo. Além disso, a fruta estimula o funcionamento do intestino e combate a ansiedade e o mau humor. É um alimento que combina doses importantes de vitamina B6 e triptofano – substâncias que, juntas, aumentam a produção de serotonina, o neurotransmissor do bem-estar. E, feliz, a gente resiste melhor aos doces. Você malha? Mais um motivo para apostar na banana. Lotada de potássio, melhora o poder de contração dos músculos, aumentando sua performance e, de quebra, a queima de calorias.

5. Limão e suco de limão
Sim, o velho truque da água de limão realmente funciona.  “O limão tem ação alcalinizante e, por isso, deixa o pH do sangue e de outros líquidos corporais menos ácidos. Isso favorece o funcionamento do metabolismo e do organismo como um todo, limãofacilitando a perda e a manutenção do peso. O intestino também passa a funcionar a todo vapor e o fígado trabalha melhor”, ”, afirma a nutricionista Daniela Jobst, de São Paulo.

6. Alho
Ótima arma contra as células cancerígenas, ele também estimula o detox no organismo. Além disso, o alimento possui alicina, substância antifúngica que reduz o colesterol e a pressão arterial. Dica para deixá-lo mais poderoso: consuma cru.

7. Melancia e melão
Carregada de fibras e água, desincha e limpa o organismo. Para oferecer um efeito diurético ainda mais eficiente, você pode bater a fruta com as sementes e coar o suco. Já o melão é composto de 80% de água. Ou seja, hidrata mesmo quando consumido aos pedaços. Se você preferir transformá-lo em bebida vá em frente, mas evite coar para não eliminar as fibras, que garantem o poder da fruta em eliminar toxinas e a desinchar, o que ajuda muito na conquista de uma barriga mais lisinha.

Via Boa Forma

Tags:, , ,

Um relato de uma nutricionista obesa que transformou a vida e ainda montou um negócio de sucesso.

A mudança começa por nós!

ana

Ana Karina Lelis

        Se alimentar de maneira nutritiva e saudável com prazer é o sonho de muitos que buscam qualidade de vida. Não existe outra fórmula para chegar a um peso ideal e bom condicionamento físico. Comer bem, pouca quantidade e fazer exercícios, além de uma boa hidratação. Isso é a base de tudo, todos sabem, mas poucos cumprem, concordam?
        Muitas vezes, sabemos de histórias motivadoras e estimulantes, mas é preciso uma lanterna acender dentro do nosso interior para poder impulsionar o motor. A seguir, um relato emocionante de Karina Lelis, amiga pessoal, que teve um bom motivo para iniciar uma vida diferente e, não só conseguiu chegar a um corpo sadio e uma qualidade de vida bem melhor, como também aproveitou a necessidade das outras pessoas  e colocou um negócio voltado para que querem seguir o mesmo caminho. Hoje, com um cardápio super gostoso faz a alegria de muitos que vão saborear feijoada, bolos, sucos e outras iguarias e, de quebra, ainda perdem muito peso. ana karina
Vamos conhecer um pouco de como tudo aconteceu. Com muita determinação e disposta a mudar, a nutricionista e farmacêutica, Ana Karina Lelis, 43, casada com Camilo e  mãe de Daniel Lelis de apenas 4 anos, conseguiu  baixar seu IMC (Índice de Massa Corpórea) de grau 2 para eutrofia,  saindo do manequim 52 para 40.
O DESPERTAR
“Tudo começou em 2013, após o falecimento de minha mãe. Comia diariamente muitos carboidratos, inclusive  milk-shake e batata frita. Lembro que a minha primeira refeição do dia era o almoço. Fase que não me enxergava gorda, não me pesava e não tinha coragem de me fotografar, mas percebia que as roupas pareciam encolher em meu armário”, relata Karina.
“O tempo foi passando, já me sentia bastante cansada ao ponto de não acompanhar meu filho nas brincadeiras de casa, pois até para sentar no chão sentia uma certa dificuldade. Além de não ter mais disposição para ir ao supermercado, encontro com amigos e passeios em família. Estava muito limitada”, conta Lelis.
A dieta saudável que servia ao seu  filho era diferente da do casal  e, a preocupação constante de não ser um bom exemplo, já que o bebê estava crescendo, foi estimulando  o desejo de mudança. A solução foi pedir ajuda a uma nutricionista e amiga, Lilian Lins, que abriu as portas para um novo estilo de vida que transformou a minha família.
NOVA ROTINA
“Na primeira semana, ‘perdi’ apenas um quilo. Muito pouco, a ponto de me fazer desistir”, diz Karina. Mas não foi isso que aconteceu. O aprendizado daquela semana foi levado muito a sério  e dei continuidade ao projeto de mudança de vida. “Comprei um filtro de água alcalina, me matriculei em uma academia, caminhei diariamente no Parque das Dunas, treinei minha funcionária para produzir alimentação sem glúten, sem leite e sem proteína animal, tudo com incentivo do meu marido,  que passou a consumir a mesma alimentação”, lembra Karina.
A DIETA ALIADA A  EXERCÍCIOS
Durante seis meses, o café da manhã era 500ml de suco funcional com biomassa de banana verde e chia
germinada, e, os lanches, eram frutas com castanha, além de ingerir chá e água, para manter a hidratação. O jantar, sempre sopas variadas, conta Karina que também contratou um personal trainer que passou a ser o incentivador diário do casal.  E afirma  “Com palavras animadoras e  a técnica adequada para não  perder o ritmo dos treinos, ele  foi fundamental para o resultado final. Comecei a ver aquelas roupas que pareciam diminuir, ficarem maiores dentro do corpo”, lembra emocionada.
CONQUISTAS
As conquistas passaram a ser diárias. O peso reduzia, a autoestima aumentava e a conquista de algumas metas, que antes pareciam impossíveis. Ao final  de seis meses,  Karina perdeu 30 quilos e seu marido, 20kg.
‘Decidi  participar de corridas de rua e o meu manequim já chegava a 40. Isso me deixava orgulhosa, mas não parei por aí. Mesmo recebendo muitos elogios e palavras de incentivo, ainda me deparava com perguntas do tipo: Fez cirurgia bariátrica? Fez lipo? E a resposta sempre a mesma. NÃO! “E o que fez para eliminar tantos quilos em tão pouco tempo?” E eu explicava passo a passo o segredo do sucesso do meu emagrecimento”, relembra.
O BISTRÔ
Um dia, um amigo interessado no projeto de emagrecimento  perguntou se o alimento que era ingerido na dieta de Ana poderia ser servido a ele. Além disso, outras pessoas perguntavam como fazer a biomassa de banana verde e onde tinha à venda.  Foi aí que surgiu um desejo enorme da nutricionista ajudar aos que não acreditavam, mas que era possível emagrecer, após tentativas com programas alimentares diferentes.cardapio ana E para materializar o como chegar às pessoas o que seria necessário,  surgiu a ideia do bistrô, o  Serv Light Diet Funcional, um negócio montado para esse fim. Acolher as pessoas que sonham em perder peso, onde é servido o cardápio com as recomendações e o atendimento da própria nutricionista. Todos os produtos sem glúten e sem leite e que funciona diariamente das 7h30 às 19h. Desde o café da manhã funcional, coffe-break, almoço e também o kit festas. O atendimento é feito pela empresária que faz questão de servir e interagir com os clientes/pacientes.
Cada prato é servido com uma dose de educação nutricional e a experiência de quem, há dois anos era obesa com indicação de redução de estômago. “Sou referência e o próprio exemplo a ser seguido, tenho certeza que a minha missão é persuadir e tornar real o sonho de cada um que deseja essa mudança”.
RECEITA
E para quem quer fazer a biomassa de banana verde em casa,  uma das preparações mais famosas do mundo fit, Ana Karina passou a receita exclusiva para o blog.
A biomassa é fonte de vitaminas A e C e, uma colher de sopa  é adicionada em sucos e smothies com indicação para aumentar a saciedade, diminuir o índice glicêmico dos alimentos,  além de substituir o creme de leite.
bio
Para um frasco de vidro de 400ml:
Coloca na panela de pressão (03) três bananas verdes, do tipo prata ou pacovan com água suficiente para cobrir;
Quando começar a pressão, cronometra 10 minutos e desliga o fogo;
Despreza a água do cozimento, retira as bananas e descasca;
Leva para o processador ou liquidificador com 200ml de água fria e faz a geleia.
Pronto!  Para quem não tiver tempo, passa lá no bistrô.

serv

Tags:, , , , ,

Cada vez mais natural e simples, essa é a regra da boa alimentação

Enfrentar a mudança de hábitos alimentares já não é tarefa fácil… E, frente ao mundo do fast food, das comidas prontas? Além de super prático, tem um custo bem menor do que o mercado dos saudáveis, orgânicos e funcionais.  Ainda tem o  modismo que invade as redes sociais com indicações de dietas mágicas com produtos caríssimos que prometem a redução do peso em pouco tempo, muitas vezes não resolve e  causam problemas à saúde.

A solução é ouvir um especialista para direcionar a alimentação adequada para cada pessoa. O que vai ser bom para um atleta, com certeza não será recomendado para outro indivíduo, mesmo que seja da mesma idade e peso. Cada ser é único e precisa de uma dieta específica, vai depender da rotina e do metabolismo de cada um.

Zenaide Oliveira - Nutricionista

Zenaide Oliveira – Nutricionista

Num bate-papo com a nutricionista Zenaide Oliveira, especialista em Nutrição Funcional, ela explica como conduzir de forma correta um programa de emagrecimento rápido.  Um ciclo de alimentação natural com exclusão de alimentos alergênicos e adequação dos nutrientes garantirá um excelente resultado desde que se tenha um prazo determinado e um bom acompanhamento.

GC – O que realmente faz emagrecer e garantir um corpo saudável?

Eu costumo falar que emagrecer é um conjunto de fatores que envolvem hábitos saudáveis, entre eles comer bem, o mais natural possível, na quantidade adequada, fazer atividade física e beber bastante água. É necessário também associar a alguns hábitos como dormir bem, evitar frituras, gorduras, alimentos industrializados e bebida alcoólica.

GC – Os sucos detox são eficientes? Com qual frequência e quais os mais recomendados?

Existem várias receitas mas, normalmente, o suco detox ou funcional,  é uma mistura de frutas, legumes e folhas, ricos em nutrientes trazendo benefícios para qualquer idade.  Porém, algumas frutas como a laranja e o limão não são indicadas para todas as pessoas, assim como o gengibre que geralmente é adicionado ao suco.  É sempre importante respeitar a individualidade do paciente, respeitando o metabolismo de cada um.

GC – A alimentação de 3 em 3 horas é eficaz?  O que comer nesses intervalos?

Como citei acima, é necessário respeitar a individualidade bioquímica de cada metabolismo. Tem pessoas que esse intervalo de 3 em 3 horas é curto e, há outras que acham que esse intervalo é longo. Depende muito do objetivo e do metabolismo do paciente. Mas em um contexto geral, esse intervalo é adequado. Nos intervalos das principais refeições o ideal é consumir frutas, oleaginosas, suco, cereais ou bebidas proteicas dependendo do objetivo. Um profissional para adequar esse tempo e selecionar o que é mais conveniente a ser consumido será o mais recomendado.

GC – Qual o grande vilão do ganho de peso?

O grande vilão ainda são os hábitos adquiridos ao longo da vida, como consumir refrigerante, frituras, sanduíches e as comidas enlatadas. A população ainda consome muitos produtos industrializados com conservantes e corantes e um alto teor de sódio, além do sedentarismo.

GC – O que você recomenda para a turma que está malhando, correndo em busca de corpos musculosos?

Recomendo reforçar a alimentação, consumir carboidratos de baixo índice glicêmico, como cereais, fibras, frutas e verduras, gorduras de boa qualidade, como as oleaginosas, ômegas e proteína animal. O ideal é procurar um profissional de nutrição para adequar o cardápio de acordo com as necessidades individuais.

GC – A moda Saudável vai passar?

Eu espero que essa moda não passe (risos).

Essa é uma realidade que estamos vivendo. Comer saudável é uma necessidade da atualidade. As doenças crônicas estão em crescimento e a disseminação através da mídia dos estudos científicos comprovando a eficácia de uma alimentação saudável e à prática de atividade física faz com que a população opte pela geração saúde.

GC –  E os suplementos, em qual situação eles são indicados?

Os suplementos são indicados quando a pessoa não consegue consumir a quantidade adequada de determinada substância através da alimentação. Nesse momento, se faz necessário adicionar a suplementação adequando as necessidades nutricionais do indivíduo. Isso é bem comum nos pacientes enfermos e nos atletas.

GC – O que vamos comer no futuro?

Eu acredito que estamos voltando às nossas origens onde, à mesa, sempre estiveram presentes as frutas, verduras, raízes, arroz, feijão e carnes. Cdownloadomida simples e cada vez mais natural.

 

 

 

 

 

Tags:, , ,