Um coração pequeno para pecar e grande para amar, é assim que o Albany Dutra fala hoje de Deus.

A pureza da amizade entre as crianças

A pureza da amizade entre as crianças

Bom dia a todos!

Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: “Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. Mt 11,25,26. O Senhor é sábio em tudo o que faz. O que agrada a Deus é minha pequena alma, é que eu ame a minha pequenez, em minha pobreza. É a esperança e confiança cega, que tenho e que faz com que eu exulte de alegria, que transborde o meu coração de louvor e amor, através da sua misericórdia.

Um coração pequeno para o pecar e grandioso para amar, perdoar, esperar, suportar.. É o que nos torna agradável aos olhos de Deus.Esse ser pequenino que Jesus nos revela é que sejamos humildes e compassivos. É abraçar seu reino de amor, como uma criança que constrói um castelo de areia, e, diante dele, deixa fluir a pureza, imaginação e ingenuidade que brotam do seu precioso coração. A criança não tem maldade dentro de si, ela constrói o seu viver nas coisas simples, no brincar, no sorriso, no descobrir-se, na segurança que depositam em seus pais…É dessa maneira que Jesus quer que nos portemos, como crianças, para nos revelar tudo aquilo que Deus pai tem preparado para nós.

E o que ele tem para nos revelar, olhos humanos não conseguem mensurar, tamanha é a extensão do amor e da misericórdia contidos nele. Deixemos que esse amor que Jesus nos revela, cresça a cada dia em nossos corações, e que nós possamos cada vez mais nos diminuir para que este amor apareça. Não estamos nesta vida para nos exaltarmos e nos orgulharmos de nós mesmos. Estamos nesta vida para, na humildade, amarmos e servirmos a Deus, amando e acolhendo o nosso próximo, sempre com o olhar e o coração de uma criança.

Via Albany Dutra.13/07/2016.

Tags:, , ,